Paróquia de S. Cristóvão de Mafamude

Mafamude é uma antiquíssima povoação que deve o seu nome à influência árabe. Do Livro Preto da Universidade de Coimbra consta um documento, escrito em latim vulgar, onde se refere Mafamude numa doação feita em 922 pelo Rei de Leão, D. Ordonho II, ao Bispo de Coimbra, D. Gomado.

 

Nessa altura, Mafamude já seria Paróquia, tendo São Cristóvão por orago? Eis a questão. Em 1787, Mafamude tinha 2.000 habitantes. Em 1863, a sua população era de 3.834 habitantes. Actualmente, terá cerca de 40.000 habitantes.

 

A igreja de Mafamude, a mais central da zona urbana de Gaia, é um edifício com a traça de meados do sec. XVIII, que substituiu um outro de remota tradição. A sua frontaria foi reconstruída e revestida a azulejo no período de 1842-1853. Em 1864, dizia-se que era de “construção moderna e muito asseada”.

 

Os grandes artistas de Gaia, como Soares dos Reis e Teixeira Lopes, estiveram intimamente unidos a esta igreja. Soares dos Reis foi nela baptizado e para ela fez o Cristo Jazente, que se venera no sopé do Altar das Almas.

 

A Teixeira Lopes e à sua Escola se ficam a dever os painéis e azulejos artísticos que remontam a 1909. 

Localização

Largo S. Cristovão,

4430-224 Mafamude 

Vila Nova de Gaia

Mafamude e S. Gonçalo

A igreja de Mafamude é ainda o ponto de convergência dos conhecidos grupos populares que, com os seus tambores e actuação, animam a célebre Romaria de São Gonçalo, que se realiza no Domingo de Janeiro imediatamente a seguir ao dia 10.

© 2012-19 Paróquia de S. Cristovão de Mafamude